Adianta protestar agora ?

|

Onda de protestos tem inicio pouco antes da Copa do Mundo no Brasil, e muitos brasileiros criticam tais protestos tão próximo do evento.


protestos-copa-mundo-2014A quase 1 ano atrás, em junho de 2013, eclodiram em todo o Brasil manifestações e protestos dos mais variados possíveis, e o motivo é um só, insatisfação com tanta corrupção, tantos impostos e pouco retorno, com saúde, educação, segurança e transporte público cada vez mais precário e de péssima qualidade.

Praticamente 1 ano se passou, e agora com a chegada da Copa do Mundo 2014, novos protestos e greves começam a acontecer, diversas categorias, como policiais, cobradores e professores mostram a insatisfação com os salários que recebem, e a falta de condição que encontram para trabalharem.

O mais recente protesto, mesmo que envolvendo algumas centenas de pessoas aconteceu na saída do ônibus da seleção brasileira do hotel para a concentração, lá professores protestavam com cartazes e faixas, alguns até mesmo colaram adesivos da greve no ônibus da seleção.

E em notícias a cerca do assunto, é muito comum encontrar comentários de pessoas criticando tais manifestações, e na maioria das vezes são comentários do tipo:

– “Agora não adianta protestar, os estádios já estão prontos, deveriam protestar antes”;

– “O que a seleção ou os jogadores tem a ver com os salários dos professores?”;

Acho interessante ler esse tipo de comentário, uma vez que muitas dessas pessoas nem se quer leu a matéria toda e não analisa o cenário brasileiro como um todo, e tudo o que aconteceu desde o momento que o Brasil foi anunciado como a sede da Copa do Mundo até os dias atuais.

Pois quando o Brasil foi anunciado que sediaria a Copa do Mundo 2014, foi dito que não teria investimento de dinheiro público nos estádio, que seriam gastos X na construção dos estádio, mas que na verdade foram gastos 3X, que o Brasil teria inúmeros avanços, especialmente na questão de mobilidade urbana, com novos aeroportos, trem bala ligando cidades, metro, etc, etc.

E o que aconteceu nesse período a respeito do assunto?

São notícias e mais notícias de estádios e obras superfaturadas, orçamentos de estádios mais que dobraram, dinheiro público sendo investido aos montes em estádios que em alguns casos jamais iram conseguir se pagar, obras que jamais saíram do papel, e tantos outros problemas que continuam ainda piores, como saúde, segurança, transporte, etc.

Então, será que não adianta protestar agora?

Só o fato da Copa acontecer e o Brasil ser campeão já é motivo para a população toda sentir-se alegre e feliz e com todos os problemas resolvidos? Então neste ponto os protestos pacíficos são totalmente válidos na minha opinião, para mostrar a insatisfação, independente de partido ou ideológica política, pois o que precisa no Brasil não é ter este ou aquele partido no poder, o que precisa é a mudança na forma de governar, é de governantes interessados em lutar pelo povo!

O que a seleção ou os jogadores tem a ver com os salários dos professores?
Realmente um gol ou o desempenho de um jogador da seleção, não tem nada a ver com os salários dos professores, porém jogadores de futebol no Brasil, especialmente de seleção brasileira, possuem um grande poder de influência, e neste caso o silêncio de muito deles a respeito do que acontece no Brasil, com gastos bilionários em obras que trazem pouco ou nada para a coletividade, em um país onde boa parte das pessoas é miserável, acaba atraindo as atenções de grevistas e manifestantes.

Por outro lado não podemos esquecer que manifestações são para chamar a atenção, então é normal que manifestantes procurem locais onde existe imprensa, fotógrafos, reportes e tv além de pessoas famosas ou reconhecidas, caso contrário os gritos de protestos e reivindicações jamais incomodariam, não gerariam repercussão, e isso é algo que todo político teme, principalmente em época de eleições.

Claro, essa é a minha visão pessoal e particular a respeito do assunto, protestos e manifestações na Copa do Mundo, com certeza cada pessoa tem sua maneira de encarar e analisar os fatos, por isso aproveite os espaços nos comentários e deixe sua opinião a respeito do assunto, vamos debater civilizadamente a respeito, uma vez que nestes meses de junho e julho de 2014, muita coisa ainda pode acontecer quando a bola começar a rolar nos estádios.



Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *