Alimentação e Quinoa-Musculação e Hipertrofia

|



Saiba um pouco mais sobre a Quinoa que cada vez é mais utilizada para quem pratica musculação e deseja a hipertrofia.


A alguns dias atrás fui a uma nutricionista pedir algumas dicas de alimentação para aumentar minha massa muscular(hipertrofia) de forma saudável sem utilização de produtos químicos que por ventura possam prejudicar a minha saúde.

Desta maneira ela passou uma série de itens a alimentos, receitas entre outras dicas, e um produto que me chamou a atenção foi o produto chamado de Quinoa, pois eu sinceramente desconhecia esse nome até o momento, no entanto encontrei o mesmo com facilidade, na forma de farinha e flocos em uma casa de produtos naturais.

E como sou curioso resolvi procurar mais informações sobre esse produto na internet e postar aqui para você que não conhece ele assim como eu ficar sabendo mais sobre ele e pedir orientações para sua nutricionista a respeito da utilização do mesmo na sua alimentação.

Sobre QUINOA:
Quinoa:(Chenopodium quinoa Willd.; Amaranthaceae) é uma planta proeminente na Bolívia, planta que produz um grão indispensável à alimentação e a vida do homem no altiplano. Originaria das alturas dos Andes e conservada por quechuas e aymarás, com suas 3.120 variedades, a quinoa pinta o arco-íris nas áreas de cultivo e sua colheita tem convertido a Bolívia no primeiro produtor mundial do grão.

A Bolívia tem o maior banco de grãos do mundo. Uma fundação custodia este que é o tesouro dourado de quechuas e aymaras. Quem conhece a quinoa calcula uns 10 mil anos e asseguram que sem ela não existiria o homem no altiplano. Muito bem, homens muito fortes deixaram o legado de seu cultivo e seu consumo a seus descendentes andinos.

Um dos principais impulsores da revalorização do consumo da quinoa, Humberto Gandarillas (1920-1998), calculava que a domesticação da planta na meseta andina tenha uns 10 mil anos. Seu consumo habitual foi comprovado pelos arqueólogos, ao encontrar quinoa nas ruínas pré hispânicas.

A conquista espanhola e os prejuízos contra os alimentos originários como a quinoa, o amaranto e a maca ocasionaram seu paulatino desuso e foram suplantados por aqueles grãos introduzidos da Europa como o trigo e a cevada.

Os agricultores andinos conservaram as sementes e continuaram seus cultivos em pequenas parcelas, sabedores da enorme riqueza que encerra a quinoa. Assim, até quase o último terço do século XX quando um punhado de bolivianos redescobriu o valor do grão e impulso com decisão seu estudo científico, o melhoramento de algumas variedades como a quinoa “sajama” e a expansão tanto do cultivo como do consumo entre os bolivianos.

Cada 100 gramas de quinoa contém:

* Proteínas 15g
Carboidratos 60g
Ferro 9,5mg
Fósforo 286mg
Cálcio 112mg
Fibras 5g
Calorias 350




Navegue:
7 Comentários

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *