Barcelona e Gaudi

|

Falar em Barcelona é falar em Gaudi, o arquiteto catalão, conhecido pela sua ousadia e inovação na arte de conciliar a beleza com a utilidade. A cidade de Barcelona é um centro de exposição da obra de Gaudi. Para conhecer sua obra, basta caminhar pelas belas, amplas e bem planejadas, ruas da capital catalã.

A começar pela Catedral da Sagrada Família, símbolo de Barcelona, que ainda hoje está em construção. A obra, iniciada em 1882, quando finalizada será monstruosa, impactando a paisagem de toda a planície em que se encontra Barcelona. O planejamento arquitetonico da catedral é extremamente inusitado e encantador, assim como a decoração interna e externa do prédio, sempre repleto de significâncias ou funcionalidades.

Há o Parc Güell, situado numa parte afastada do centro da cidade, e que um dia teve a pretensão de ser um condomínio fechado, cujo dono era Güell, amigo e financiador das ideias do arquiteto Antonio Gaudi. As construções de Gaudi que lá estão, foram um verdadeiro laboratório do artista, para depois aplicar nas outras obras. É um ambiente muito agradável aproveitado pelos moradores da cidade para as horas de lazer, mas é também um centro de cultura ao ar livre.

São várias as casas que Gaudi projetou espalhadas pela cidade, mas as mais conhecidas são a Casa Batlló e a Casa Millá, ambas situadas na Passeig de Gracia, a rua mais rica da cidade, em que as grandes obras do artista dividem espaço com as lojas das griffes mais famosas do mundo.

A Casa Batlló, a obra prima de Gaudi, converge todas as técnicas de beleza e funcionalidade que o artista desenvolveu. A casa, que não tem nenhuma reta em toda a sua estrutura, é utilizada por todos os estudiosos de arquitetura como exemplo de perfeição em sustentabilidade e harmonia estética.

A Casa Milla, por sua vez, também reúne muitas técnicas inovadoras de arquitetura, porém seu senso funcional é muito mais visível que o estético, o que leva muitas pessoas a não darem tanta atenção à obra, o que é um grande erro.

Gaudi trabalhou também para a prefeitura de Barcelona, na concepção da fonte que é o centro do Parque de la Ciutadella, situado em torno dos prédios que abrigam os órgãos administrativos da cidade.

Gaudi participou ainda na reforma da Igreja Central de Barcelona, assim como na construção de várias casas particulares encontradas em toda a cidade. As características de Gaudi são muito visíveis, o que permite notar com facilidade a identidade do artista nas suas outras obras.

Se você já foi a Barcelona, qual a construção que mais lhe impressionou? E se não foi ainda, qual gostaria de conhecer?



Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *