Cidades onde o ddd terá custo de ligação local

|

Algumas cidades de regiões metropolitanas a partir de sábado poderão realizar ligações para cidades próximas pagando ligação local.


Essa é uma boa notícia para todas as pessoas que utilizam com frequencia o telefone fixo para realizarem ligações interurbanos para cidades de região metropolitana, pois a partir do próximo sábado (28), essa ligação que era tarifada pelas operadoras como ligação interurbana será tarifada como ligação local.

E essa mudança na tarifa de DDD, irá contemplar 39 regiões metropolitanas com aproximadamente 560 municípios e com cerca de 68 milhões de pessoas.

Abaixo, segue as regiões metropolitanas que serão contempladas com a mudança de tarifa do DDD no próximo sábado:

Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Londrina (PR), Maringá (PR), Baixada Santista (SP), Campinas (SP), Belo Horizonte (MG), Vale do Aço (MG), Rio de Janeiro (RJ), Grande Vitória (ES), Goiânia (GO), Vale do Rio Cuiabá (MT), Salvador (BA), Aracaju (SE), Maceió (AL), Agreste (AL), Campina Grande (PB), João Pessoa (PB), Recife (PE), Natal (RN), Cariri (CE), Fortaleza (CE), Sudoeste Maranhense (MA), Belém (PA), Macapá (AP), Manaus (AM), Capital (RR), Central (RR), Sul do Estado (RR), Florianópolis (SC), Chapecó (SC), Vale do Itajaí (SC), Norte/Nordeste Catarinense (SC), Lages (SC), Carbonífera (SC), Tubarão (SC). Quanto às regiões de Foz do Rio Itajaí (SC), Grande São Luís (MA) e São Paulo (SP), todos os seus municípios já são considerados uma mesma área local. As Rides são Distrito Federal e Entorno (DF/GO/MG), Pólo Petrolina e Juazeiro (PE/BA) e Grande Teresina (PI/MA).

Como vemos essa é uma ótima noticia vinda da telefonia, afinal os brasileiros pagam altas tarifas quando o assunto são as telecomunicações, no entanto os serviços prestados são de qualidade questionável se comparado com as taxas e serviços de outros países.

E caso você queira conferir a lista completa das cidades contempladas, para saber se você mora em uma delas e poderá fazer DDD a custo de ligação local, recomendo a leitura do artigo publicado na Globo.com



Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *