Cientistas criam células artificial-sintética

|

Cada vez mais as pesquisas avançam em busca de resposta para a vida, e diversas descobertas nos últimos anos tem mexido e aberto muitos debates na comunidade cientifica.


Acabei de assistir no Jornal que cientistas americanos divulgaram a criação de células sintéticas, ou seja células artificiais.

Com essa tecnologia é possível criar bactérias para fins específicos, como para combater a poluição, produzir medicamentos e alimentos.

Mas confesso que essa notícia de que cientistas conseguiram criar uma célula artificial, me deixa um pouco preocupado, pois como pode ser utilizada para o bem da humanidade caso caia em mãos erradas pode ser utilizada para o mal.

Pois imagina caso essa tecnologia de criar células artificialmente com material sintético seja utilizada para propagar doenças fatais?

Em resumo é um grande avanço da ciência a criação de celulas artificiais, porém pode ser um grande problema para toda a humanidade caso caia em mãos erradas ou então saia do controle.

Sinceramente não gosto dessa idéia do homem “brincar de ser Deus”.

Para quem deseja saber mais sobre o assunto recomendo a leitura das seguintes páginas:
UOL, Cientistas criam célula em laboratório: Nesta matéria existe um vídeo comentando sobre esse grande feito que a décadas era buscado por pesquisadores de todo o mundo, ainda é comentado rapidamente sobre os benefícios e sobre a questão ética da possibilidade de criar-se vida artificialmente em laboratório.

Medusa artificial: Nesta reportagem publicada no G1, conta brevemente a respeito de pesquisadores americanos que utilizaram células musculares do coração de um rato, juntamente com silicone para criar um Medusa artificial que movimenta-se quando recebe uma descarga elétrica.

Essa estudo pode possibilitar no futuro a criação de marcapassos sem a necessidade de uma bateria.

Vale a pena a leitura dessas duas matéria, princialmente se você for apaixonado por ciência e tecnologia.



Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *