Como ensinar economia para crianças

|

É sempre importante desde cedo ensinar os pequenos o real valor do dinheiro, mostrando para as crianças que é preciso muito esforço para conquista-lo por isso é importante saber utiliza-lo.


Em uma economia cada vez mais baseada no consumo, e com crédito cada vez mais fácil, acabou crescendo o número de brasileiros endividados, e isso muitas vezes se deve principalmente pelo fato de muitas famílias não terem o mínimo de educação financeira, em fazer contas para saber qual a taxa de juro, qual o valor total que iram pagar ao fim do financiamento, e desta forma, observando somente o valor de cada parcela mensal, acabam contraindo inúmeras dividas, e acabam vivendo sempre endividados.

Por isso é importante ensinar desde cedo as crianças algumas noções de economia, para que elas possam aprender a dar valor ao dinheiro e da importância em economiza-lo para poder realizar seus sonhos sem contrair dívidas.

Dicas de economia para crianças

cofrinho-para-poupar– Idade: A você pai e mãe que tem criança em casa, uma idade interessante para começar a falar sobre dinheiro segundo especialistas é por volta dos 7 a 8 anos da idade, uma vez que com essa idade a maioria das crianças já tem algumas noções de matemáticas na escola e já sabem realizar somas e subtrações.

– Mesada: A mesada dada pelos pais é um ótimo caminho para começar dar as primeiras orientações sobre economia e finanças as crianças, e é onde a criança começa entender o real valor do dinheiro, ou seja, é importante a criança saber que para conquista-lo é necessário algum tipo esforço, e assim aprender a valorizar essa conquista, e consequentemente utiliza-lo de forma mais consciente.

dinheiro– Valor e frequência da mesada: Essa valor é você que tem que definir, uma vez que depende das suas condições financeiras, já quanto a frequência, é interessante que ela seja semanal, pois assim você tem maior controle e pode efetuar os devidos descontos caso a criança não cumpra com sua parte, conforme será explicado na sequencia.

– Fazer por merecer: Ao fornecer um valor de mesada, seja ela semanal ou mensal ao seu filho, é importante realizar uma troca, ou seja, não dar dinheiro a criança simplesmente por dar para deixar ela feliz, é necessário que ela faça por merecer, que exista um esforço por parte dela para conquistar esse valor.

E isso pode ser estipulado pelos pais, como arrumar sempre a cama ao levantar, manter o quarto sempre limpo e organizado, tirar boas notas na escola, fazer sempre todas as tarefas escolares ou auxiliar de alguma forma em alguma outra tarefa do lar.

Desta forma, além de ensinar a criança que para ganhar dinheiro é necessário fazer algum esforço, ou seja fazer por merecer, ajuda a criança criar um melhor senso de responsabilidade, seja tendo as tarefas sempre em dia ou organizando as suas coisas no seu quarto por exemplo.

Por isso é fundamental retirar valores da mesada caso ela não cumpra determinadas tarefas ou não as complete, imaginando que a mesada que ela recebe é semana, e nestes sete dias ela deixou de arrumar a cama em dois, deve-se descontar da mesada esses dois dias onde a criança não cumpriu com a parte dela.

Pois somente assim ela irá entender que é necessário cumprir a sua parte para receber o valor integral, caso contrário ela saberá que fazendo ou não as suas tarefas irá receber o valor igualmente, e isso não é bom.

– Acompanhar os gastos: Mesmo fornecendo uma pequena quantia em dinheiro como mesada ao seu filho, é interessante incentiva-lo a anotar seus ganhos semanais/mensais de mesada e seus gastos.

E uma ótima forma de incentivar a fazer isso é tornar essa tarefa uma brincadeira de forma lúdica, ou seja, chamar a criança e pedir para que ela anote em uma folha o valor que ela acabou de receber de mesada e a data.

E combinar com ela que sempre que ela gastar parte da sua mesada em algo, seja em lanche, sorvete, doce ou algum brinquedo, deverá preencher essa folha com o valor gasto e onde ela gastou, e no final de cada ciclo de mesada, sente com ela e vejam juntos todos os gastos e quanto sobrou da mesada passada e quanto ficará com a adição do valor da nova mesa, isso é claro se a criança cumpriu todas as suas tarefas e fez por merecer a mesada desse ciclo.

Claro que o nível dessa conversa e diálogo dependerá da idade da criança, mas é sempre importante fazer comparações do tipo, olha para comprar aquele jogo de vídeo game que você quer são necessárias “X” mesadas, ou tantos sorvetes desses.

Assim dessa forma a criança começa a entender o valor que o dinheiro tem e que são necessários cumprir inúmeras tarefas ou deixar de tomar tantos sorvetes para comprar determinado produto.

– Incentive a conquista: Caso seu filho deseje comprar um determinado brinquedo, ou jogo de vídeo-game por exemplo, incentive ele a poupar e a economizar da mesada, fazendo comparações conforme comentado anteriormente.

Desta forma ele irá entender que muitas vezes é necessário abrir mão de uma coisa para conquistar outra, ou seja, e com certeza ele se sentirá muito feliz e até mesmo orgulho em falar que comprou aquele brinquedo ou jogo com o dinheiro que ele juntou, e isso tudo ajuda no desenvolvimento e na educação da criança, não somente financeira mais com um todo.

– Abrir uma conta poupança: Essa é uma dica bem interessante para motivar as crianças, quando elas estão mais grandinhas e entendem bem as coisas, que é ir com ela até um banco e abrir uma conta poupança em seu nome.

Além de se sentirem importantes por terem um conta poupança no nome dela, é interessante motiva-las a colocar parte da mesada lá, e explicar que depois de determinado tempo é possível juntar uma certa quantia, seja para comprar a tão sonhada bicicleta ou vídeo-game por exemplo.

Bem, é isso pessoal, essas são somente alguma dicas de como é possível educar financeiramente uma criança, espero que todas as informações aqui deixadas possam ajudar de alguma forma nessa tarefa, que realmente não é fácil e requer muita paciência e persistência, mas tenha certeza que no futuro seu filho ou sua filha irá agradecer por todos esses ensinamentos que você esta passando agora.



Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *