De volta para minha terra-Domingo Legal

O quadro de volta para Minha Terra do Domingo Legal é um momento que emociona e muito as pessoas nos finais de semana.

Estou nesse exato momento, aproveitando as últimas horas do domingo de páscoa, assistindo ao programa Domingo Legal, e está passando o quadro “De volta para minha Terra”, e é interessante e emocionante ver e ouvir a história das pessoas que saem da sua terra e cidade de origem e vão para os grandes centros em busca de uma vida melhor, porém muitas vezes e geralmente sempre acabam encontrando ainda mais dificuldades e desafios, e muitas vezes acabam na miséria, morando em favelas ou embaixo de pontes e via dutos.

É legal essa iniciativa do Gugu e do Domingo Legal, apesar de sabermos que ele ajuda em alguns casos, ficamos pensando o que acontece com os demais que não conseguem ser atendidos pelo programa, que diga-se de passagem é um número incontável de pessoas e familias.

Qual será o futuro dessas pessoas? Ou qual é o presente atual de todos eles?

Neste momento me corta o coração, afinal pagamos fortunas de impostos, justamente para voltar em forma de beneficio de toda a sociedade e população, porém infelizmente sabemos que as coisas não funcionam assim, enquanto se gasta fortunas para manter apartamentos vazios em Brasília, vale lembrar com o nosso dinheiro pago em impostos, pessoas e familias em todo o Brasil, muitas vezes passam fome, e não tem um lugar para morar, e com toda certeza essas pessoas preferiam trocar o auxilio familia, por um emprego e tirar desse emprego o sustento para seus filhos.

Mas enfim, vou parar por aqui, afinal já escrevi diversas vezes sobre o assunto de impostos, política e distribuição de renda em nosso país, e não quero entristecer meu resto de domingo, com esse assunto.

Sendo assim, vamos torcer que um dia as pessoas não precisem sair de suas cidades para buscar uma vida melhor, que cada cidade tenha empregos suficientes para todos e não precise de quadros como o de volta para minha terra, para realizar o sonho de cada brasileiro.



Navegue:
104 Comentários

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *