Detector de mentiras

|



O detector de mentiras é cada vez mais usado em todo o mundo, tendo auxiliado inclusive na investigação de criminosos.


Segundo a wikipedia, mentira é uma declaração feita por alguém que acredita ou suspeita que ela seja falsa, na expectativa de que os ouvintes ou leitores possam acreditar nela.

E com toda a certeza você já ouviu inúmeras mentiras na sua vida certo? Das mais absurdas possíveis as mais discretas, de mentiras que causaram grandes transtornos e outra que no final viram piada, mas algo temos que concordar, que mentira sempre tem “perna curta”, como diriam os antigos, que mais cedo ou mais tarde a verdade acaba vindo a tona de uma maneira ou de outra.

Um dos personagens infantis mais conhecido por aplicar mentiras é o famoso “Pinóquio”, pois cada vez que ele mentia seu nariz crescia, lembro das palavras da minha mãe quando eu era pequeno e ele falava: “se você mentir seu nariz vai crescer, e olha é impressão minha ou ele esta cada vez maior ?” rs :-), lembro bem que ficava todo preocupado…rsrs

Mas enfim, a mentira atualmente já virou até mesmo estudo científico e diversos estudiosos vem pesquisando e tentando analisar o comportamento de um mentiroso, diversas técnicas já são empregadas, como o tom da voz, batimento cardíacos e outros, apesar de não serem 100% corretos os “Detectores de mentiras”, já estão auxiliando na investigação e conclusão de casos judiciais.

E para você que é curioso e sempre quis saber se alguém está falando a verdade para você em uma conversa via Skype, pode baixa o programa KishKish Lie Detector, o Lie Detector, que inglês quer dizer detector de mentiras, funciona medindo o nível de estress da pessoa que fala, marcando a essas variações em um gráfico.
KishKish Lie Detector em funcionamento

Como o assunto é mentira hoje por aqui, e com toda certeza você odeia quanto mentem para você certo? Se você pudesse nesse exato momento em quem você aplicaria um detector de mentiras? E o que faria se descobrisse que essa pessoa está mentido para você?




Navegue:
Sem comentários

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *