Enchentes em Santa Catarina-Soliedariedade Brasileira

|

É fundamental a união das pessoas para ajudar as famílias que perderam tudo o quem tinham devido as fortes chuvas que caíram em várias cidades do sul do Brasil.


É em momentos difíceis como estes que estão passando diversas cidade do estado de Santa Catarina, onde podemos constatar que o brasileiro é realmente um povo solidário, pois se organizou em algumas horas já conseguiu arrecadar toneladas de donativos, desde roupas, colchões, remédios e alimentos.

Afinal somos uma familia e nunca sabemos quando iremos precisar de ajuda, e nada mais certo e justo que ajudar a quem precisa, ainda mais em casos como esta enchente em Santa Catarina, que afetou diretamente cidades como Itajaí, Camboriu, Jaguara do Sul, Florianópolis, Gaspar e tantas outras.

Segundo dados divulgados no site da defesa civil de Santa Catarina, já chega a 78.656 desalojados e desabrigados, sendo 27.404 desabrigados e 51.252 desalojados. São 97 óbitos e 19 desaparecidos confirmados e mais 1.500.000 pessoas afetadas.

E desta vez a chuva, a enchente e os desmoronamentos, não escolheu classe social, afetou a todos de maneira igual, pessoas que perderam uma vida toda de trabalho em poucas horas, outros perderam o bem mais precioso de todos que é a vida.

Sendo assim, caso você queira ajudar com algo, basta procurar um quartel do corpo de bombeiros perto de sua casa, e levar seus donativos ou então depositar a sua doação diretamente na conta corrente da Defesa Civil de Santa Catarina, para maiores informações acesse www.defesacivil.sc.gov.br

E vamos orar e pedir que tudo possa se normalizar o mais breve possível em Santa Catarina, e que os governantes, que são representantes do povo, possam tomar atitudes e investir os recursos corretamente em ações para evitar que tragédias como esta enchente que assola o estado de Santa Catarina não ocorra novamente naquele estado ou em qualquer outra parte do nosso país que possui um povo trabalhador sonhador e acima de tudo solidário com seu próximo.



Navegue:
2 Comentários

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *