Exemplo de honestidade-Devolver dinheiro achado no lixo

|

É muito comum ouvir histórias de pessoas pobres e humildes que acabam encontrando objetos de valor e devolvem aos seus verdadeiros donos.


Estava lendo uma reportagem, onde uma senhora catadora de papel, acabou encontrando no lixo de um supermercado uma quantia de quarenta mil reais, isso mesmo R$40.000,00 reais enrolado em um saco de lixo, que provavelmente foi parar por engano dentro do lixo, e essa senhora acabou devolvendo essa quantidade ao seu dono, ou seja o dono do supermercado.

E como recompensa por tamanha honestidade acabou ganhando do dono do supermercado uma cesta básica no valor de R$600,00 reais por mês até o final do ano.

Lendo notícias como estas me trás mais animo, para acreditar que o Brasil tem jeito e que a grande maioria dos brasileiros são realmente honestos e trabalhadores, que acordam cedo para busca o sustento e um futuro melhor a seus filhos, e que infelizmente esse menos de 1% de pessoas má intencionadas acabam muitas vezes manchando a honra de nosso querido país.

Fica meus parabéns a essa catadora de papel que foi honesta consigo mesmo, que fez o certo devolveu o dinheiro a quem era realmente dono, e com toda certeza quando foi dormir, pode deitar e descansar com a consciência tranquila, pois com toda certeza esses 40 mil reais poderiam mudar totalmente a vida dela, no entanto ela imaginou que não seria feliz com o que não era dela.

Parabéns novamente a essa senhora, e que sirva de lição para muitas pessoas que acabam se corrompendo muitas vezes por tão pouco, e se não conseguem ter paz em suas vidas talvez seja reflexo das injustiças que tenham cometido.

Também acho que alguns políticos poderiam se inspirar nessa história e tomarem mais cuidado com o dinheiro público que é nosso, que é seu, que é do operário que sai cedo de casa e volta somente a noite e paga seus impostos diariamente.

E você o que achou dessa história verdadeira, e da honestidade dessa senhora?



Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *