Gráfica que imprimiu as Provas do ENEM nega culpa

|

Em nota a empresa responsável pela impressão das provas nega qualquer tipo de culpa a respeito do vazamento das provas.


A notícia do vazamento das provas do ENEM realmente está dando o que falar, afinal como todos sabem atualmente a prova do ENEM é uma das principais ferramentas para o ingresso no ensino superior.

E sobre o assunto, a gráfica Plural que imprimiu as provas do ENEM emitiu em seu site a nota abaixo:

“Santana de Parnaíba, 01 de outubro de 2009

Ao Consórcio Nacional de Avaliação e Seleção – Connasel e Ministério da Educação

Prezados Senhores,

A Plural Editora e Gráfica Ltda. é hoje a maior e mais moderna gráfica de rotativas da América do Sul, atuando desde 1996 no mercado nacional. Em razão das recentes notícias relacionadas ao vazamento da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), vem apresentar os seguintes esclarecimentos:

A Plural foi contratada pelo CONNASEL Consórcio Nacional de Avaliação e Seleção, para impressão e acabamento de 2 provas, cada uma delas em diferentes versões, num total de aproximadamente 9,4 milhões de exemplares.

Pelo contrato, a obrigação da Plural consistia em imprimir as provas, grampeá-las e intercalar as diferentes versões em lotes, para posterior embalagem em caixas separadas por Estado da Federação. Não coube à Plural a separação das provas por escolas e salas de provas.

A equipe de segurança do Consórcio acompanhou, 24 horas por dia, todo o processo produtivo, inclusive a guarda de produtos semi-acabados, em áreas especialmente determinadas para esse fim.

Não eram responsabilidade da Plural o transporte das provas e sua distribuição em cada local determinado pelo Consórcio.

A Plural cumpriu suas obrigações relacionadas a segurança, inclusive com controles de acesso ao seu prédio por meio de catracas eletrônicas e câmeras de segurança em seu parque gráfico. Especialmente para fins deste contrato a Plural tomou ainda as seguintes medidas:

1. As áreas de equipamentos de impressão e acabamento foram isoladas, com acesso restrito e utilização de detector de metais.

2. Todo resíduo industrial de impressão foi triturado na presença de representantes do Consórcio.

3. As matrizes de produção foram embaladas, lacradas em caixas e entregues aos representantes do Consórcio.

4. Todos os profissionais envolvidos na operação, inclusive impressões que trabalharam em máquinas e profissionais de acabamento, assinaram termo de responsabilidade de sigilo e declaração de não participação deste certame do ENEM.

5. A produção demorou 36 dias e foi finalizada em 29/09/09.

Após a entrega dos serviços contratados, recebemos do Ministério da Educação carta registrando “o excelente desempenho da equipe Gráfica Plural”.

Assim sendo, a Plural está certa de que não teve qualquer responsabilidade neste episódio e reafirma sua disposição em colaborar com as autoridades para os esclarecimentos dos fatos noticiados, inclusive com a entrega de 122 DVDs com imagens da operação de produção das provas nas suas diversas fases.

Atenciosamente,

Carlos Jacomine
Diretor Geral
Plural Editora e Gráfica Ltda.”

É meus amigos, conforme podemos observar, a impressão das provas do ENEM segue um rigoroso processo, agora é aguardar o andar das investigações da polícia Federal para saber qual será o desfecho de toda essa história triste do vazamento das provas do ENEM 2009.



Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *