Horário de almoço-Uma hora é pouco

|

A grande maioria das empresas reservam uma hora de intervalo para que seus colaboradores possam almoçar, porém na maioria das vezes esse período é muito curto para fazer uma refeição com tranquilidade e poder descansar um pouco.


Vida de trabalhador realmente não é nada fácil, pois tem que acordar cedo, enfrentar o transito ferrenho das grandes cidades ou então ficar horas dentro de ônibus e metro até chegar ao seu trabalho.

E uma das melhores horas do dia para muitos, é a hora do almoço, porém aqueles trabalhadores que tem somente uma hora de tempo para almoçar, sabem o quanto essa uma hora é pouco de mais.

Pois até você chegar no local para almoçar, se servir e se alimentar, já se passaram praticamente 60% do tempo, ou seja, a famosa “espreguiçada” ou coxilo após o almoço esta inteiramente fora de questão, isso por que o trabalhador já tem que voltar ao seu posto de trabalho.

Em resumo, uma hora de trabalho é realmente muito pouco tempo para poder almoçar com calma e poder descansar um pouco antes de voltar para o “segundo tempo”.

Um tempo bom para horário de almoço seria cerca de 1:30, pois em uma hora o trabalhador pode almoçar com calma, e terá mais 30 minutos para dar aquela descansada ou até mesmo um coxilo.

Tanto é que muitas empresas adotam uma hora e meia para almoço.

E enquanto o tempo de almoço não torna-se maior, o importante é o trabalhador otimizar o tempo que possui, ou seja, se alimentar com calma e tranquilidade e ainda conseguir tirar uma soneca.

E para que isso aconteça, é importante não perder muito tempo de papo com os colegas durante o almoço, e ficar atendo nas suas atividades, para que possa sair para o almoço pontualmente no horário, sem atrasos, pois qualquer 5 ou 10 minutos fazem total diferença quando pretende-se tirar aquela soneca revigoradora após o almoço.

E o amigo trabalhador o que acha desse assunto?

O que prefere? Uma hora ou uma hora e meia de horário de almoço?



Navegue:
Um comentário

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *