Mudanças Tectônicas

|



Mudanças Tectônicas em nossas vidas e a importância de buscar e correr atrás dos nossos objetivos e não aguardar que tudo aconteça por obra do destino.


Como mudar sensações que já nos acompanham desde sempre? O jeito de sentir uma determinada situação, pensar, agir, de ver as coisas ao redor.

Algumas maneiras de vivência já fazem tão parte de nossas vidas, que não daria pra imaginar o dia-a-dia de outra forma.
É como se já estivesse cristalizado, petrificado, como se o mundo fosse só isso, agindo em “piloto automático”, só o nosso jeito, assim esperando atitudes alheias que se espelhem em nossos parâmetros e paradigmas.
Talvez seja por esse motivo que a gente se decepciona tanto com as pessoas, pois sempre esperamos delas as coisas que a gente faria, ou pelo menos que gostaríamos de ter feito.
Parece um tanto confuso não? Mas não é. Nós que somos confusos, por que não percebemos a necessidade de mudar. As coisas giram, crescem, deslocam e só a gente que fica no completo estado de inércia, procurando culpados sem realmente admitir que faltou apenas um pouco mais de ousadia.
É preciso mover-se, jogar com novas regras, editar novos capítulos, nem que essa mudança seja meio “tectônica”, uma mudança lenta, profunda, mas absolutamente necessária.
E quem sabe mudar nem seja tão difícil assim, bem pelo menos é mais digno do que sempre fazer as mesmas coisas, percorrer os mesmos caminhos e culpar o destino pelos nossos repetidos erros.
Por:William Ferreira

Achei muito interessante esse texto do William, que foi colunista do site Repúblicas do Brasil por isso resolvi disponibilizar ele aqui, pois ele descreveu realmente o que acontece em nossas vidas, que muitas vezes temos medo de encarrar de frente certas mudanças e preferimos ficar esperando que tudo se resolva sozinho, mas pelo visto isso dificilmente acontece e temos que interagir com o meio para tornar isso possível. Resumindo “dar uma mãozinha” ao nosso destino.




Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *