O que levar na bagagem de mão em viagens internacionais

|

Artigo enviado por: Aline;

Quem viaja de avião sabe a importância de ter uma boa bagagem de mão capaz de suprir todas as necessidades pessoais, na eventualidade, cada vez mais presente, de a bagagem de porão se extraviar. Normalmente, quando há problemas de conexão de voos, principalmente em viagens internacionais, as malas acabam atrasando para chegar no destino, levando muitas vezes até 15 dias para chegar nas mãos do dono.

Na hora do regresso, o extravio já é angustiante, mas quando a viagem mal começou e fica-se sem a bagagem o mundo parece ruir. Por isso é muito importante saber o que deve ser levado na bagagem de mão, pois é esta a que vai ser a salvação desses dias sem as malas grandes. Seguem então algumas dicas.

O recomendado é sempre carregar pelo menos três jogos de roupa e de preferência toda a roupa de baixo que será usada durante a viagem, pois não é nada confortável pensar que se a mala grande vier a ser aberta para fiscalização as roupas de baixo ficarão expostas. Além disso, recomenda-se levar todos os produtos de higiene mais utilizados e os remédios.

Acontece que em voos internacionais existem várias regras de segurança que estabelecem padrões máximos para o transporte de líquidos e outros objetos considerados de risco. Não é permitido, por exemplo, carregar na bagagem de mão qualquer tipo de objeto afiado, arma de fogo, ou que ofereça algum risco à segurança da tripulação e dos outros passageiros.

Em se tratando dos líquidos, ainda, a capacidade máxima de cada produto permitida é de 100ml por produto, isto se aplica a shampoos, cremes, pastas de dente, entre outros. Todos estes produtos líquidos devem ser acomodados em um pacote quadrado de tamanho médio, material transparente e que disponha os líquidos um ao lado do outro, como demonstram ilustrações disponibilizadas nos sites de todas as companhias aéreas a fim de informar os passageiros e evitar maiores transtornos de alfandega.

Quanto aos remédios, recomenda-se que sejam levados na bagagem de mão apenas aqueles imprescindíveis à saúde do paciente, sem os quais este não poderia ficar sem por 15 dias. Em sendo assim, todo e qualquer remédio transportado deve ser acompanhado da receita médica pertinente a fim de informar uma possível fiscalização. Fica a dica também para levar os medicamentos em suas respectivas embalagens, a fim de facilitar o trabalho dos fiscais de alfandega.

Uma outra observação importante é para que todos os documentos pessoais sejam sempre levados nesta bagagem, por dois motivos. Primeiro por que, no caso de extravio da bagagem de porão, estes estarão nas mãos do passageiro, evitando maiores transtornos. Além disso, na eventualidade de problemas com a entrada no pais de origem, ter os documentos que informem a sua viagem, tais como prova de seguro viagem, endereço dos hotéis em que vai estar, passagem de volta, e toda e qualquer documentação que comprove a regularidade da viagem, será sempre de grande ajuda.

Assim, fica evidente o quanto é importante ter uma bagagem de mão bem planejada e organizada, pois é esta é na verdade o seu “ kit de primeiros socorros” no caso de perda das malas. E em sendo violadas as regras de segurança, certamente os produtos não permitidos transportados não passarão da alfandega, o que muitas vezes pode gerar um belo prejuízo ou até a não permissão de entrada no pais.



Navegue:
Um comentário

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *