Os arrastões em restaurantes

|

Um novo crime tem se popularizado entre os marginais, que são os arrastões em restaurantes, que tem assustado comerciantes e clientes e inúmeras cidades brasileiras.


A pouco assistindo o Fantástico, mais uma vez foi exibido um restaurante quem São Paulo que foi alvo dos bandidos, que promovem os arrastões, onde o objetivo principal é roubar carteiras, joias, celulares e objetos pessoais dos clientes, uma vez que na maioria dos estabelecimentos possui pouco dinheiro em caixa, visto que a grande quantidade dos frequentadores pagam com cartões de crédito e débito.

E os arrastões em restaurantes além de um grande problema de segurança pública, trazem diversos prejuízo a todos, desde os comerciantes que ficam com menos clientes, que evitam frequentar os restaurantes com medo de serem assaltados, e da população em geral que acaba de certa forma perdendo o direito de ir e vir, pois preferem ficar em casa ou deixam de ir a certo estabelecimento com medo de acabar perdendo seus bens e até mesmo a vida.

Os arrastões começaram a acontecer com mais frequencia depois que os bandidos identificaram os restaurantes e bares em geral como pontos fracos, e com lucro rápido, e esta se tornando um desafio para as autoridades policiais acabarem com esse tipo de assalto.

Falta de segurança no Brasil

grades
Acredito que o importante é realizar a prisão dessas quadrilhas o mais rápido possível, pois com as prisões mas frequentes com certeza ajudará a diminuir e motivar a novas quadrilhas entrarem na onda dos arrastões em restaurantes.

E enquanto os arrastões não chega ao fim, a insegurança em restaurantes em bares continua e a população em geral continua refém da falta de segurança, resta torcer que parte da verba da Copa do Mundo 2014, também seja empregada em segurança e ajude a diminuir essa falta de insegurança, não somente em São Paulo mas no Brasil todo.

E o amigo leitor, qual a sua opinião e comentário referente aos arrastões em restaurantes e bares e a falta de segurança no Brasil ?



Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *