Podemos ter uma bolha imobiliária no Brasil?

|

Com a crescente alta dos preços dos imóveis, principalmente nas grandes capitais muitas pessoas começam a comentar e cogitar a possibilidade da existência de uma bolha imobiliária no Brasil.


Hoje estava conversando com alguns colegas de trabalho a respeito de imóveis, seja casa, apartamento ou terrenos, e neste bate papo entramos no assunto preço, que indiscutivelmente esta cada vez mais caro, a cada mês praticamente os preços sobem de forma inacreditável.

Como exemplo lembramos de um colega que em 2009, cerca de dois anos atrás, comprou um terreno de 300 m² em condomínio fechado, e pagou nele 60 mil reais, hoje terrenos no mesmo condomínio são encontrados na faixa de 95 a 110 mil reais, ou seja uma alta de quase 100 % em dois anos.

Realmente a demanda por imóveis cresceu e bastante nos últimos anos, principalmente com o aquecimento da economia, maior renda do trabalhador e mais pessoas ganhando mais, no entanto concluímos que estas altas nos preços, não acompanham o que um cidadão trabalhador consegue ganhar ou aumentar a sua renda.

Alguns amigos inclusive comentam que mesmo tendo um ótima renda, acima da classe média, se sentem “pobres”, isso por que o poder de compra caiu drasticamente principalmente para eles que preferem pagar sempre a vista sem financiamento.

E neste bate papo, especulamos sobre a possibilidade do Brasil em um futuro próximo sobre com uma bolha imobiliária semelhante com a que os EUA sofre em 2007/2008, onde havia uma grande especulação no mercado imobiliário e os preços não paravam de subir e chegaram a valores artificiais ou sem lastro, e quando a bolha estourou aconteceu uma grande desvalorização dos imóveis, ou melhor ouve um ajuste para o valor real deste imóveis.

Claro que no Brasil, existe uma política econômica rígida para que fatos como estes que ocorreram nos EUA não aconteça por aqui, mas enfim, sempre existe o risco e possibilidade de uma bolha imobiliária por aqui, pessoalmente acredito que os valores de imóveis atualmente estão fora de realidade, mas enquanto existe uma procura maior que a oferta, dificilmente os preços irão baixa.

E sobre a questão de uma possível bolha imobiliária aqui no Brasil e seus riscos, indico a leitura do artigo do Prof. Dr. João da Rocha Lima Jr Professor Titular de Real Estate da Poli-USP e coordenador do Núcleo de Real Estate da Poli-USP (NRE-Poli), onde ele trás inúmeras informações importantes e muito valiosas sobre o assunto, como o trecho:

Preços não fazem bolha. Preços crescendo continuamente indicam que o mercado aceita, como valor, os preços propostos pelos empreendedores. A redução da velocidade de vendas indica que o poder de compra não cresce na proporção desses aumentos. Para suprir a demanda orgânica, os novos empreendimentos têm sido lançados com dimensões mais modestas para os mesmos segmentos de mercado, pretensamente munidos de atributos de qualidade que justificam os preços crescentes. A presença de demanda artificial, não mais reprimida como se explicava em 2010, mas agora especulativa (investidor mal informado) está evidenciada e ajuda a sustentar a curva de preços;

Gostei bastante do artigo, e ajudou a entender melhor o assunto e como uma bolha imobiliária pode se formar devido a especulação.

A crise imobiliária na Espanha

Outro item interessante a ser citado quando o assunto é crise imobiliária, é importante lembrar da bolha imobiliária que aconteceu e ainda impacta bastante a Espanha, e é muito pouco citada e comentada, inclusive poucas pessoas sabem sobre o assunto, e sobre o caso da bolha imobiliária vale a pena assistir o vídeo abaixo que explica o que aconteceu com a Espanha.

O que assusta um pouco no vídeo a cima é a semelhança com alguns fatos, principalmente relacionado a alta de preços, a facilidade de crédito, e muitas pessoas com renda comprometida com sensação de que ficaram “ricos” da noite para o dia.

Resta torcer que a economia do Brasil continue aquecida e que nenhuma crise cause danos a milhares de famílias, mas algo temos que concordar os preços dos imóveis esta altíssimo!

E você amigo leitor, o que acha sobre o assunto, corremos o risco de enfrentar uma bolha imobiliária no Brasil?



Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *