Porque o preço dos carros não baixam no Brasil?

|

Os carros brasileiros são os mais caros do mundo e se comparado em qualidade e acabamento perde para países de primeiro mundo.


Basta ligar a tv para assistir ao jornal que com certeza você verá alguma matéria falando a respeito do mercado automotivo, que foi um dos setores que mais cresceu no Brasil nos últimos anos, e para concluir isso nem precisa de números, basta observar nas ruas a quantidade de carros rodando, em cidades de médio e grande porte trafegar em horários de pico é um teste de paciência devido a quantidade de veículos disputando cada palmo de asfalto.

E o mais interessante dessa história toda é que o carro brasileiro é considerado um dos mais caros do mundo, não somente quando comparamos preço por preço, mas também em qualidade, acabamento, conforto e segurança, ainda assim vende feito água, afinal a maioria dos brasileiros tem como sonho o carro zero quilômetro na garagem, nem que seja o famoso “basicão” pago geralmente em 60 vezes.

Crise

Basta uma pequena queda nas vendas ou projeção de baixa, para as montadoras saírem em busca de mais subsídios junto ao governo, e para maior poder de barganha utiliza como sempre a ameaça da demissão de funcionário e corte de postos de trabalho.

No entanto, quem trabalha na indústria ou comercio, sabe que quando existe um aumento nos estoques é necessário baixar os preços, caso contrário não irá conseguir vender, então porque não vemos isso no setor automotivo? Uma vez que os preços dos carros parece subir muito acima da inflação oficial, sendo que nos últimos anos não ouvi nenhuma notícia de montadoras que tiveram prejuízo, muito pelo contrário o que se lê e ouve são os lucros que anualmente são de cifras astronômicas enviadas para suas sedes fora do Brasil.

E agora com a crise na Argentina, que é um dos países que mais importa carros do Brasil, novamente ouve-se muito a respeito da crise no setor automotivo.

Mas espera ai! Olha os preços dos carro! Eu queria comprar um carro novo zero, porém não tenho coragem alguma de pagar mais de 30 mil reais em um carro popular que oferece o mínimo de segurança e conforto, as montadoras reclamam dos pátios e estoques cheios, as ruas estão entupidas de carros, e os preços continuam nas alturas!

A solução para as montadoras é simples, baixa o preço, trabalha com marge reduzida, nem que seja para ficar no zero a zero, afinal é isso que muitas empresas fazem durante um momento de crise, baixam os preços para poder girar e ter fluxo de caixa e assim continuar suas operações pensando no futuro, mas porque com os carros brasileiros parece que isso não existe?

Enfim, deixou aqui minha sugestão, se os estoques estão altos, basta deixar o produto com o preço justo que com certeza muitas pessoas iriam as compras, e nada adianta o governo criar linhas de créditos para o setor, afinal as famílias brasileiras estão super endividadas, e não tem mais condições de tomar dinheiro emprestado, então que tal a industria automotiva brasileira começar a rever seus lucros e trabalhar produtos melhores e com margens mais baixas como acontecer em outros países?

Deixo os espaços dos comentários abertos para que você deixe sua opinião sobre o assunto e diga o que acha, e qual a sua conclusão para o preço dos carros no Brasil não baixar.



Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *