Rubens Barrichello escudeiro novamente?

|

A Formula 1 cada vez mais perde em emoção e competitividade devido a troca de posições na bandeirada final.


Hoje domingo do dia das mães, resolvi acordar um pouco mais cedo para assistir a F1, e confesso que fiquei empolgado logo após o inicio da largada, pois o Rubinho Barrichello pulou da terceira posição para a liderança, e o Felipe Massa que largou em quarto conseguiu ganhar uma posição na largada.

E assim a corrida rolou, e como todos sabem a F1 é uma caixinha de surpresa, logo de inicio Barichello conseguiu abrir quase 2 segundo do Jeason Button, no entanto quando foi iniciado as primeiras entradas no pit stop, o resultado final da corrida começou a se desenhar, pois a Formula 1 mesmo com as todas as mudanças ainda é raro ver grandes ultrapassagens, ou seja as corridas são definidas nas estratégias dos boxes, e no grande prêmio da Espanha não foi diferente, em resumo o Barrichello acabou tentando uma estratégia de parar 3 vezes enquanto o seu companheiro de equipe parou apenas 2 vezes, o suficiente para conseguir recuperar a primeira posição e vencer a sua 4 corrida.

Mas o que me intriga nessa história toda, são essas mudanças de estratégias, que me lembram muito o tempo em que o Barrichello corria pela Ferrari e quando o chefe de equipe era o Ross Brawn, e como todos sabem o Rubinho acaba sempre abrindo passagem para o Michael S., e a corrida de hoje me deixou com essa sensação de que a estratégia foi acertada de forma “natural” para dar de bandeja mais uma vitória ao inglês Jaeson Button.

Infelizmente parece que mais uma vez Rubens Barrichello será novamente um mero “escudeiro” desta vez de Jeason Button, espero estar errado, e vamos aguardar as próximas corridas para ver o que acontece.

Torço para Jeason acabar tento algum problema e não concluir a próxima corrida e torço para Barrichello ganhar, para assim encostar e embolar o campeonato, pois caso o resultado se repita(Button ganhando todas) nas próximas corridas, Barrichello será novamente vice-campeão mundial de Formula 1.



Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *