Vale a pena ter cartão de credito ?

|

A facilidade do crédito tem aumentado e muito no Brasil, principalmente com o aumento de renda da população, no entanto é preciso saber utilizar o cartão de crédito.


Essa era a pergunta que eu fazia a mim mesmo alguns anos atrás, pois sempre evitei ter um cartão de crédito, e costumava pagar todas as contas com cartão de débito, pois pelo fato de não conhecer muito bem como funcionava o cartão de crédito, evitava ao máximo chegar perto deles, afinal sempre ouvia histórias de pessoas que após anos pagavam juros absurdos de cartão de crédito e coisa e tal.

Porém, devido a insistência de uma operadora de cartão de crédito, que todo o mês enviava correspondência ofertando um cartão, chegou um dia que resolvi pedi meu cartão de crédito, para enfim concluir se vale a pena ter um cartão de crédito ou não.

E hoje passado alguns anos desde que comecei a utilizar o cartão de crédito, posso concluir que realmente vale a pena ter um cartão de crédito sim, pois é mais uma ferramenta para que você possa organizar as suas finanças.

Mas claro, existem alguns detalhes importantes quando falamos em cartão de crédito, pois caso você não saiba utiliza-lo o resultado final será desastroso, e as chances de acabar endividado e com o nome “sujo” na praça serão enormes.

E caso você seja uma pessoa que tem algumas das características abaixo, é possível concluir que o cartão de crédito pode não valer a pena!

Quando o cartão de crédito não vale a pena?

– Se você do tipo de pessoa que gasta mais do que ganha;

– É impulsivo(a) e sempre que vê algo novo ou um lançamento acaba comprando, mesmo sem ter necessidade, e o pior sem condições financeiras;

– Já possui cartão de crédito e paga sempre o valor mínimo, neste caso os juros e taxas são enormes, e se bobiar você pode entrar em uma divida impalpável;

Agora que deixei minhas opiniões do perfil de pessoa que o cartão de crédito não vale a pena, vou deixar minhas opiniões sobre quando vale a pena ter cartão.

Quando o cartão de crédito vale a pena?

– Você é uma pessoa disciplinada, sabe exatamente quando ganha, e quanto pode gastar até o final do mês;

– Nunca ou raramente fica no vermelho;

– Tenta todos os meses economizar um pouco do salário para deixar na poupança, e assim fazer uma “reserva” financeira em caso de uma eventual necessidade;

– Sempre paga a fatura cheia do cartão e sempre antes do vencimento;

Agora que você já sabe a minha opinião, reflita e pense em qual tipo de consumidor você se encaixa? Caso esteja no primeiro grupo, o melhor a fazer é não ter cartão de crédito, e caso tenha é melhor parar de usar ou então cancelar ele até que você consiga se disciplinar e organizar as suas finanças.

Pois muitas pessoas, acham ou imaginam que ter o cartão de crédito é como ter dinheiro vivo, mas não é bem assim, como o próprio nome diz, você tem um CRÉDITO, e esse crédito acaba e você tem que pagar por ele, e se não fizer a dívida só tem a crescer.

Por outro lado sabendo utilizar o cartão, ele é super útil, pois pagando todas as suas contas com ele, você pode organizar as suas finanças e saber de forma rápida e fácil onde esta indo cada centavo do seu salário, sem contar a questão da facilidade do parcelamento sem juros dos cartões de crédito, visto que muitas lojas acabam não dando desconto no valor a vista, e em alguns casos é interessante parcelar a compra de algum produto.

Mas claro, não confunda o parcelamento sem juro de uma compra que você faz na loja com o parcelamento da fatura do cartão de crédito que você atrasou.

Problemas com cartão de débito/crédito

Quem usa diariamente o seu cartão de crédito ou débito, sabe das inúmeras facilidades e praticidades que o revolucionário dinheiro de plástico nos traz, afinal com ele não precisamos fica nos preocupando em sacar dinheiro, quanto e quando, pois basta esta “munido” do seu cartão para em questões de segundos pagar a sua conta.

E neste final de semana, pela primeira vez durante anos usando o meu cartão de debito eu tive problemas, para pagar a conta, pois o leitor do cartão acabou recusando por 3 vezes a conexão com o banco, sendo que em uma delas acabou retornando “time out”, ou seja excedeu o tempo limite de comunicação entre o leitor e o banco.

Como é de costume nunca ando com dinheiro na carteira, tive que me deslocar até um caixa eletrônico para sacar a grana, e assim poder quitar o valor no estabelecimento.

Porém no dia seguinte, ao consultar o meu extrato, verifiquei que o valor acabou sendo cobrado em minha conta, resumindo acabei pagando duas vezes, então resolvi ligar para o tele atendimento do meu banco e informei o ocorrido com o meu cartão, a atendente me informou que como a operação não havia gerado recibo, provavelmente o valor seria estornado em 24 horas.

E para a minha alegria e surpresa assim ocorreu.

Depois do problema que aconteceu com o meu cartão, eu verifiquei alguns fatores, entre ele, é a questão do atendimento do Banco, que na minha opinião foi claro e preciso, afinal a pessoa que me atendeu tirou todas as minhas dúvida, e concluo dessa maneira que o atendimento dos bancos melhoraram significativamente de alguns anos para cá.(Pena que não podemos falar o mesmo de certas empresas de telecom).

Bem, é isso amigo e amigas, espero que este artigo ajude você refletir um pouco sobre a utilização do seu cartão de crédito, seu benefícios, prós e contras, pois a sua saúde financeira agradece!



Navegue:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *